Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Europeias 2014 :: Livre

análise de Rodrigo Saraiva, em 21.05.14

E eis o primeiro outdoor do LIVRE. O primeiro e único. Pelo menos nestas europeias.

O LIVRE advoga fazer diferente. E até neste pormenor faz diferente. Fica entre o PS e CDU que enchem as ruas do país e a Aliança PSD/CDS que abdicou de qualquer utilização destes suportes.

Até agora é um cartaz que angaria aprovação de todo o plantel. Desde a opção de cores, em especial do verde (não escolher o azul em europeias dá logo direito a um ponto extra), ao slogan que potencia o posicionamento, discurso e acções que o LIVRE tem desenvolvido e à opção de colocação do símbolo (aqui merece aplausos) com um cortante, fazendo o mesmo sair da estrutura, tendo mais impacto, dando a conhecer o símbolo, que estará presente no boletim de voto. Boa opção!

Eu não gosto muito do lettering, prefiro letras mais gordas, mas até nesta escolha o plantel deu a sua aprovação.

No entanto há dois pormenores do cartaz que não nos convenceram muito, embora ambos tenham possível justificação que aceitamos.

O “Vota L” mais parece cartaz de associação de estudantes, mas se for assim que vai surgir no boletim de voto, percebe-se. A opção de colocação das fotografias também não convenceu e até alguém questionou o porquê de uma segunda fotografia, mas logo alguém afirmou que pode ser a forma de evitar “bocas” de ser o partido do Rui, caso tivesse apenas a foto do cabeça de lista.

Eis um bom cartaz.

Aqui o plantel duvidava que a última semana de campanha nos pudesse entusiasmar. Este cartaz pode ser um bom augúrio. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:07


Europeias 2014 :: Bloco

análise de Rodrigo Saraiva, em 07.05.14

Eis o cartaz do Bloco para as europeias.

Um cartaz que não obteve consenso nos analistas do Imagens de Campanha. Pelo menos no que diz respeito a se vai ser eficaz na transmissão da mensagem e conceito que pretendem. Todos entendemos o objectivo do cartaz e concordamos que está de acordo com aquilo que é o posicionamento e discursos do Bloco. Embora tenha uma mensagem positiva na parte inferior do cartaz, o “DE PÉ! queremos futuro” (slogan que uns odiaram e outros gostaram), colocando uma fotografia a cinza o objectivo é transmitir um país e pessoas tristes e cansadas. O target do Bloco voltou a ser os desiludidos.

 

Não é um cartaz mal construído. Boa escolha de posição dos elementos no cartaz, lettering forte e mensagens de fácil leitura. Um cartaz que não engana. Fica-se a saber ao que vem esta força política.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:08


Europeias 2014 :: CDU

análise de Rodrigo Saraiva, em 06.05.14

O PCP, aliás, a CDU brindou-nos em simultâneo com dois cartazes. Ambos com a mesma lógica. Aposta cromática no azul (aqui aceitamos que não é por ser a cor da europa, embora não deixe de o ser para o eleitor comum), aposta num slogan que é um statement “Defender o Povo e o País” e o destaque de 3 palavras, algo que o PCP, aliás, a CDU, gosta de utilizar, reforçando-as em amarelo. Depois umas riscas onduladas, em ambos os cartazes, que não fazem ali grande função. Foi a forma encontrada de colocar as cores da bandeira nacional, mas que fica muito suave. Mais do que suave, até mesmo desnecessário pelo tamanho, é a referência ao site “cdu.pt” e a algo logo acima que presumimos ser a referência às europeias. A forma encontrada para colocar os símbolos do PCP e PEV é o pior elemento do cartaz, impossibilitando qualquer rejuvenescimento de imagem.

Este primeiro cartaz, que é genérico ou, digamos, colectivista, pelo cravo vermelho acaba por resultar bem, transmitindo alguma simpatia e alegria, algo que é reconhecido a Jerónimo de Sousa.

No segundo cartaz, embora seja opinião maioritária que a fotografia transmite sinceridade e frontalidade, pela opção de estar a olhar de frente, parece que não está a ter o mesmo efeito quantos os cartazes de João Ferreira nas recentes autárquicas, nomeadamente junto das eleitoras. A tal alegria que é conseguida no primeiro cartaz aqui não existe.

 

A CDU insiste nas mesmas lógicas, quando podiam melhorar as suas imagens de campanha sem colocar em causa a sua ideologia e ideias. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:08


Europeias 2014 :: PS

análise de Rodrigo Saraiva, em 05.05.14

Este foi o primeiro cartaz na rua a abrir as hostilidades para as eleições europeias. Sim, para as europeias. E para que não haja dúvidas, lá está a devida referência “Europeias 2014” e acompanhado por um pormenor que deve ser valorizado, a data do acto eleitoral “25 de Maio”. A complementar, o símbolo do PS, para que não haja mesmo dúvidas.

Aqui no Imagens de Campanha este foi um cartaz genericamente consensual. Por um lado a simplicidade, algo que devia ser regra num outdoor. No blog gostamos de coisas que seguem a estratégia KISS. Uma palavra forte (podia ser um slogan), com um lettering forte e uma cor que atrai a leitura. A palavra escolhida - “Mudança” - todos a perceberam da mesma maneira, pelo que não ficam hesitações em qual o objectivo do PS nesta campanha. O PS e os seus candidatos podem vir dizer que pretendem a mudança na europa, consequência da crise (que para o PS nunca foi nacional) etc … mas fica já dado o mote para aquilo que o PS pretende mesmo, falar de mudança em Portugal, ficando claro que estas europeias são apenas um meio para o fim que pretendem, as legislativas.

 

A escolha cromática não foi propriamente consensual. Não é que leve negativa, mas alguns dos analistas acham a opção demasiado básica. Eleições europeias? Cor da europa? Ok, meta-se o cartaz a azul.

Mas a avaliação leva nota positiva. Um bom cartaz, com eficácia.

 

Entretanto, eis que o PS lança uma segunda vaga de cartazes.

A “mudança” anda por ali presente. E demonstrando que não há tempo a perder. “Podes Mudar. Muda Agora!” um slogan interessante, e em tom exclamativo, passando de "mudança" para um verbo com um call-to-action, que apela sempre a um papel interventivo de quem está a ler a mensagem. De resto … é tudo novo. O PS apresenta-se de novo aos eleitores. Não existe nada na vertente gráfica que faça ligação com o cartaz anterior. Oportunidade perdida. Mas no PS lá terão pensado que ainda falta um mês e com mais uns cartazes a coisa passa despercebida. Convém é que as próximas vagas sejam coerentes com esta. Ou, como o cartaz também cumpre a função de celebrar o 25 de Abril, alguém terá dito que o cartaz tinha que ter vermelho. Bem, resta-nos mesmo aguardar pela próxima vaga.

Estes cartazes, com diversas versões na fotografia (aqui vemos as versões “casal jovem” e “família”, aqui podem ver as quatro opções), abstraindo da análise comparativa com a primeira vaga, não comprometem, mas não seduzem. Duvidamos da sua eficácia.

 

Aguardemos pela nova vaga.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:07


Europeias 2014 :: O Imagens de Campanha volta ao activo

análise de Rodrigo Saraiva, em 05.05.14

Estas serão as primeiras Europeias alvo de análise no Imagens de Campanha. Saímos de nossa hibernação entre actos eleitorais e ficamos despertos para estas eleições que são aquelas que costumam despertar menos atenção dos eleitores.

Por vários motivos, mas principalmente porque se avizinha uma opção reduzida por materiais gráficos de campanha nas ruas, em especial os denominados outdoors 8x3, que são os nossos preferenciais alvos, optámos por uma metodologia diferente.

Desta feita todas as análises publicadas serão colectivas. Os materiais serão alvo de análise entre pares sendo então partilhada a visão do Imagens de Campanha, esteja ela consensualizada ou existindo divergências.

Esperamos que mais uma vez seja de vosso agrado. Nós no Imagens de Campanha não temos dúvidas, como habitual, que vamos gostar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:07


Imagens de campanha

Compilação e análise de imagens das Campanhas Portuguesas (e não só). Cartazes, folhetos e materiais digitais (e outros). O melhor e o pior. Os verdadeiros e não só.

e em 2009 foi assim


Envio de contributos

imagensdecampanha@sapo.pt






Pesquisar

Pesquisar no Blog  


Visitas


subscrever feeds