Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Famalicão :: PSD/CDS, PS e Bloco

análise de Rodrigo Saraiva, em 10.10.13

Em Famalicão, terra onde a coligação no poder, PSD/CDS, se viu na obrigação, via limitação de mandatos, a mudar de líder, a população não esteve para mudanças tendo revalidado o mandato nesta coligação e, genericamente, com quase nenhuma diferença nos resultados de 2009. Das 4 principais forças políticas a ir a votos só a CDU sobe ligeiramente a votação, em votos e %. Curiosamente a única de quem não recebemos fotografias.

Das que recebemos, podemos dizer que percebemos a opção dos eleitores. Paulo Cunha, o vencedor parece ter acertado no sentimento dos eleitores, “Famalicão vai manter o rumo” mostrou-se um slogan certeiro. E uma opção interessante que transmite continuidade e faz ligação à campanha de 2009. No cartaz só é pena o verde nas letras que tem pouca visibilidade. O cartaz do PS … tenho mesmo que dizer algo? Sim, tenho. Mas fico-me pela péssima opção de lettering. Pode ser forte, mas demasiado quadradona. Sobre o Bloco vou ser repetitivo. Igual a tantos outros do Bloco. Como dizia o Telmo Carrapa, está na altura do PSR tirar a UDP do departamento de propaganda do Bloco.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:50


sons de campanha :: Famalicão :: PS

análise de Virginia Coutinho, em 06.09.13

Francisco Barreiro é o candidato do PS à união das freguesias de Famalicão e Calendário e também ele não resistiu a ter um hino para a sua candidatura.

 

 

Curiosamente a música utilizada, “Viva la vida” dos Coldplay, foi também escolhida por um outro candidato do mesmo distrito, neste caso André Coelho, candidato do PSD à Câmara Municipal de Guimarães (artigo aqui).

 

Não sei se os Coldplay se sentiriam lisonjeados ou se aplicariam a (elevada) coima pelo uso da sua música... Fica a questão!

 

Muito obrigada à Isabel Freire por ter partilhado este hino connosco.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:56


Famalicão

análise de Nuno Gouveia, em 25.08.09

O candidato da coligação PSD/CDS-PP, Armindo Costa, apela à continuidade, no "Rumo Certo", enquanto o candidato do PS, Reis Campos, apela à "Força da Mudança". Curiosamente, este slogan foi também o utilizado por José Sócrates na candidatura a secretário-geral deste ano. Um erro do outdoor do PS é não conter o nome do candidato. Enquanto Armindo Costa, presidente há oito anos, não precisa de notoriedade, o candidato socialista deveria aproveitar o outdoor para promover o seu nome. Talvez já seja excessivamente conhecido em Famalicão...

 

 

Enviado por mail.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:15


Imagens de campanha

Compilação e análise de imagens das Campanhas Portuguesas (e não só). Cartazes, folhetos e materiais digitais (e outros). O melhor e o pior. Os verdadeiros e não só.

e em 2009 foi assim


Envio de contributos

imagensdecampanha@sapo.pt






Pesquisar

Pesquisar no Blog  


Visitas