Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Esposende :: CDS, PS, PSD

análise de Virginia Coutinho, em 10.09.13

Esposende é o que se pode designar de “uma Câmara de direita”.

De 1976 a 1985 o CDS sagrou-se vencedor em todas as autárquicas. De 1989 a 2009 o PSD saiu sempre vencedor.

João Cepa (PSD) é o actual presidente e atinge o limite de mandatos, tendo sido escolhido Benjamim Pereira para liderar a lista do PSD.

João Nunes é o candidato do PS, Berta Viana do CDS e Fernando Almeida da CDU.

 

Este concelho do distrito de Braga, como todos saberão, é banhado pelo mar, o que poderá justificar a aposta de todos os candidatos nas ondinhas, que tanto aqui “criticamos”.

 

Comecemos pela análise das imagens de campanha de Benjamin Pereira:

A fotografia é adequada, o candidato olha de frente, sorri. A cor escolhida nesta campanha é o verde, cor da esperança.

Ondinhas com aspecto carnavalesco, como estas, estão na lista do “Not to do”.

O slogan está longe de ser diferenciador e esta não é uma mensagem forte, “ganhar o futuro”.

 

A propósito do slogan, não deixa de ser irónico que o CDS tenha colocado um outdoor ao pé do do candidato do PSD com “Ganhar o presente”. (Vão dividir o mandato?!)

 

(imagem enviada por @jo4nito)

 

João Nunes opta por um outdoor de fundo branco e pelo uso de uma foto onde surge com um sorriso discreto (quase inexistente).

O slogan “Mudança Tranquila” remete para a necessidade de acabarem com a liderança de direita, e do PSD.

Curiosamente João Nunes e Benjamin Pereira escolheram uma gravata da mesma cor e têm as ondinhas a condizer com a gravata (será tendência?)

Por fim, a candidata do CDS destaca o verbo “fazer”. Parece-me uma escolha acertada. A mensagem "Fazer o que ainda não foi feito" remete-nos para uma música de Pedro Abrunhosa (não sei se intencionalmente). Música aqui.

Não acho a mensagem extraordinária mas é a mais forte destas campanhas analisadas.

A fotografia é adequada e a cor escolhida é o azul, uma das cores do concelho e  a cor do partido.

Do ponto de vista de execução gráfica o outdoor é pobre.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:45



Imagens de campanha

Compilação e análise de imagens das Campanhas Portuguesas (e não só). Cartazes, folhetos e materiais digitais (e outros). O melhor e o pior. Os verdadeiros e não só.

e em 2009 foi assim


Envio de contributos

imagensdecampanha@sapo.pt






Pesquisar

Pesquisar no Blog  


Visitas