Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Candidatos e os anúncios no Facebook

análise de Virginia Coutinho, em 25.07.13

O Facebook é uma rede social que tem sido utilizada por muitos candidatos nestas autárquicas de 2013. Entende-se que o facto de 4,8 milhões de portugueses utilizarem a plataforma possa ser um argumento de peso que os leve a apostar neste meio de comunicação.

A aposta mais frequente nesta plataforma prende-se com a criação de uma página, havendo alguns candidatos a apostar nos anúncios (pagos).

 

aqui foi partilhada a análise dos outdoors do candidato pelo PS de Loures, pelo Rodrigo, e fui recuperá-la para agora analisar o anúncio feito pelo candidato no Facebook, que me foi enviado.

 

PS Loures

 

Comentários: a pessoa que recebeu o anúncio não era de Loures e portanto não se encaixava no público-alvo, o que me poderá fazer presumir que a segmentação não foi muito exacta. O anúncio poderia ter mensagens segmentadas em detrimento de uma mensagem genérica, bem como um call to action. Já identificam o partido e concelho no título, pelo que poderiam ter aproveitado o corpo de texto para colocar outras informações.. A imagem é perceptível, facilmente identificamos o candidato e o seu partido. Apesar de poder ser melhorado, não é de todo um mau anúncio.

 

Marco Almeida Sintra

 

Por seu lado, o actual Vice-presidente da CM de Sintra e candidato a presidente, Marco Almeida, também nos presenteou com anúncios no Facebook.

A imagem não é, na minha opinião, a melhor. O que poderia ter o intuito de ser uma atitude descontraída é uma imagem confusa e com ruído, em que não se entende o que está o candidato a fazer com o braço. O anúncio identifica o candidato (independente), a autarquia e apela a que as pessoas o sigam.

 

PS Oeiras

Por fim, trago-vos um exemplo muito particular, o de Marcos Sá, candidato à Câmara Municipal de Oeiras (também já aqui analisado)

O candidato pretende a angariação de “gostos” na página e, para tal, opta por fazer um anúncio sem qualquer referência ao que se trata (apenas nas letras cinzentas em baixo poderíamos presumir que era um anúncio de um candidato às autárquicas). Uma referência ao Benfica?! Qual a relação com o candidato do PS à CM de Oeiras?!? Acho que este é um péssimo exemplo da tentativa de angariação de seguidores ou potenciais votantes através de anúncios de Facebook.

 

Nota: Muito obrigada ao Diogo e à Carina que nos enviaram as imagens.

Caso recebam algum não hesitem em partilhar connosco.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:49


já andam a falar aqui

De Anónimo a 26.07.2013 às 01:54

Acontece que o pagamento de anúncios no Facebook configura uma ilegalidade segundo as regras das campanhas eleitorais.

De Anónimo a 26.07.2013 às 11:17

Valerá a pena verificar se os candidatos estão autorizados pela lei dos financiamentos dos partidos a gastarem verbas de campanha no facebook, já se trata da aquisição de serviços a uma entidade não nacional.

Comentar post



Imagens de campanha

Compilação e análise de imagens das Campanhas Portuguesas (e não só). Cartazes, folhetos e materiais digitais (e outros). O melhor e o pior. Os verdadeiros e não só.

e em 2009 foi assim


Envio de contributos

imagensdecampanha@sapo.pt






Pesquisar

Pesquisar no Blog  


Visitas