Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Porto Santo :: PS e PSD

análise de Telmo Carrapa, em 23.07.13

E o resto é paisagem…

Porto Santo é uma ilha. Como tal, rodeada de água por todo o lado. E tem umas praias bonitas. Porquê toda esta prosa, que é uma verdadeira “lapalissada”? Porque os candidatos do PSD e do PS (ambos vindos da mesma “fábrica” – o PSD Madeira) fazem questão de nos lembrar isso nos seus cartazes. Para alguém que tivesse dúvidas eles, tão simpáticos, fazem questão de as tirar.

Vão ser umas eleições interessantes estas em Porto Santo: O PSD tenta manter uma Câmara que reconquistou ao PS em tempos, e o PS tenta recuperar essa Câmara, aproveitando que a actual Presidente da Câmara não é candidata e que o ex-Presidente da Câmara “atravessou o canal” e agora é deputado no parlamento regional.

Pelos comentários que li em notícias online, parece-me que tirando os seus apoiantes, “ambos os dois” candidatos não são os mais “queridos” do local.

Mas vamos aos cartazes.

PSD

Lá está: “Ena que praia tão gira! E grande!” Depois é colocar um “slogan”, uma foto do candidato, umas barras coloridas em cima e em baixo (tipo filme 16:9 em televisão 4:3), com nome, endereço de Facebook e afins e o cartaz está (des)feito.

“Porto Santo com Coragem”? Eu sei que está complicado em todo o lado. Não é só em Porto Santo. Basta ler/ver um jornal. É em todo o país. “Coragem” em Porto Santo? Para quê? Para votar neste candidato? Porquê? Aqui está mais um daqueles “slogans” que tenta dizer muito mas que não diz nada. E o que diz não é simpático para quem o tenta dizer.

Agora a foto do candidato… Foram rebuscar uma fotografia tirada durante um casamento? Eu sei que estou a ser mauzinho, mas quem é que deixou sair um outdoor com uma foto do candidato com a gravata torta? “É mais genuíno”, podem justificar. Não, não é. É desleixo mesmo. A sério. Que foto é esta? Não conseguiram melhor? O candidato não é fotogénico? Nem todos são, nem têm que ser. São candidatos a presidentes de Câmara, não são fotos para um book de agência de modelos, eu sei. Mas há que ter o mínimo. E esta nem esse mínimo consegue ter.

E não me vou alongar mais na análise das barras, das cores e afins, pois acho que já dei razões para alguma azia na estrutura de campanha (se lerem isto, claro está…).

PS

“Ò mar de Portugal”… Aqui vê-se ilha de uma perspectiva diferente. Mas a praia e afins, lá estão. De resto, apesar de tudo, este é um cartaz melhor conseguido. Senão vejamos:

A foto do candidato está cuidada. Sorriso, gravata, pose, tudo. Nome nas nuvens (não é trocadilho, está mesmo nas nuvens que é para se ver um lettering azul em cima de um cenário onde a cor sobressai), logotipo criado para o propósito (acho…) que dá um toque moderno à imagem e mensagem clara, apesar de ser a verde, em barra para não perder visibilidade.

Ao dizer “Mudança, a única esperança”, além de versejar (estou mesmo a ver uma série de letristas a mandar para lá uma série de propostas de hinos de campanha), diz ao que se vai.

 

Em resumo: Porto Santo é uma ilha. Como tal, rodeada de água por todo o lado. E tem umas praias bonitas. Porquê toda esta prosa, que é uma verdadeira “lapalissada”? Porque os candidatos do PSD e do PS (ambos vindos da mesma “fábrica” – o PSD Madeira) fazem questão de nos lembrar isso nos seus cartazes. Para alguém que tivesse dúvidas eles, tão simpáticos, fazem questão de as tirar. – Já disse isto? Pois já. Mas é só o que me apraz dizer depois de analisar estes dois cartazes.

(Nota pessoal: Tenho cá para mim que, com a minha participação no Imagens de Campanha, estou a coleccionar candidatos a passarem-me com o carro em cima se me virem na rua… It’s the little life…)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:00


já andam a falar aqui

De Nuno Vieira a 23.07.2013 às 11:13

Olá Telmo,

Se os cartazes definissem os vencedores, não tenho dúvida nenhuma que o PS ganhava a Câmara de Porto Santo. Não que o cartaz do candidato do PS não tenha os seus defeitos, mas o do candidato do PSD é mau de mais.

Desde a foto do candidato, à utilização de quase todas as cores que existem no mundo, passando pela opção das barras em cima e em baixo, pouco ou nada se aproveita no cartaz do candidato do PSD.

O cartaz do candidato do PS está muito mais harmonioso. Não gosto da foto cortada, acho que numa peça deste tamanho não há necessidade de não usar a foto inteira, e detesto o slogan da campanha, mas em traços gerais acho o cartaz muito bem conseguido.

Um abraço,
Nuno Vieira

De Telmo Carrapa a 23.07.2013 às 15:52

Olá Nuno,
Obrigado pelo comentário (o primeiro que recebo a um post meu...) ;-)
Pois... Estamos plenamente de acordo. Há coisas muito más por aí. E estes cartazes, especialmente o do PSD (que me desculpem as pessoas ligadas à campanha) são exemplos disso.
Um abraço,
telmo

Comentar post



Imagens de campanha

Compilação e análise de imagens das Campanhas Portuguesas (e não só). Cartazes, folhetos e materiais digitais (e outros). O melhor e o pior. Os verdadeiros e não só.

e em 2009 foi assim


Envio de contributos

imagensdecampanha@sapo.pt






Pesquisar

Pesquisar no Blog  


Visitas