Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Loulé :: PSD

análise de Rodrigo Saraiva, em 24.07.13

Neste post vamos “viajar“ até Loulé, o maior concelho do Algarve. E confesso que vou gostar de ver o que acontece dia 29 de Setembro, depois de ter feito a pesquisa para este enquadramento. Ora vejamos.

Olhando ao histórico das 10 eleições autárquicas é um concelho onde os eleitores têm decidido pela alternância. Em 1976 ganhou o PS, depois 3 vitórias consecutivas do PSD, em 1989 com apenas uma diferença de cerca de 500 votos o PS volta a ganhar e em 2001, em mais uma eleição renhida, cerca de 800 votos, o PSD volta a liderar a autarquia. Nestes últimos 3 mandatos o presidente foi Seruca Emídio, que aumentou sempre a sua votação, tendo em 2009, campanha aqui analisada, conseguido o resultado mais dilatado (57%). E agora, seguindo a lei de limitação de mandatos, deixará a presidência da autarquia.

Para a sua sucessão o PSD apresenta Hélder Martins, um ex-presidente de junta e ex-vereador, actual Presidente do PSD local, eleito numas quase primárias em que participaram 593 militantes e onde venceu o actual Vice-Presidente da autarquia. Ambos desejavam suceder a Seruca Emídio e foram a votos na estrutura local.

O PS apresenta como candidato Vitor Aleixo, que já foi presidente da Câmara Municipal de Loulé, o último pelo PS, e o candidato derrotado em 2001 por Seruca Emídio. Vitor Aleixo assumiu a presidência da autarquia em substituição de Joaquim Vairinhos, presidente entre 1989 e 1999 e que foi o candidato do PS em 2009, campanha analisada aqui e aqui.

 

Com este enquadramento alguém arrisca prognósticos?

 

Neste post vamos analisar o cartaz que nos fizeram chegar de Hélder Martins, o candidato do PSD. E fica já o anúncio que a Virgínia voltará a falar de Loulé para análise às campanhas do PSD e PS em ambientes digitais, onde existem coisas interessantes.

E eis um cartaz que não quer perder a força de um presidente que está de saída. Se em vários casos vamos assistir a actuais presidentes a candidatarem-se a assembleias municipais, como já vimos o caso de Loures, aqui surge como mandatário, fazendo assim endosso ao candidato. E para que não haja dúvidas de quem é quem, por baixo dos nomes lá está a referência à função de cada um.

Há quem possa considerar este tipo de estratégia um sinal de fraqueza do candidato.

É graficamente um cartaz bem construído, podemos até dizer “arrumadinho”. No topo 3 endereços de internet alinhados (depois a Virgínia falará disto), em baixo os nomes e o símbolo do PSD, também tudo muito alinhado. Nesta parte inferior surgem uns elementos que me causaram mixed feelings (tinha que utilizar nesta análise uma expressão em inglês em homenagem ao comentário deste post de 2009), os “+”. Mas no global acabam por resultar bem. São elementos que trazem para o cartaz a imagem de um dos sites de suporte à candidatura. Trazem, também, suavemente mais cor ao cartaz e até fazem pandan com a camisa do candidato, mas o mais interessante é de transmitirem a soma das duas pessoas presentes no cartaz e que liga com o slogan. “Juntos. Avançamos.”, um slogan simples, mas forte. E com uma boa escolha de lettering. Só não percebo o porquê dos pontos no slogan?! E confesso que só reparei neles numa segunda visualização. Mas isto dos pontos já é mania desde 2009. Última referência para as fotografias. Bem conseguidas e com o candidato e o mandatário com um sorriso simpático.

Um cartaz bem conseguido, forte e com elementos em harmonia. Muita informação, mas bem “encaixada”. Para quem passe de carro fica as fotografias e o slogan, o resto é informação para quem vá a pé.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:42



Imagens de campanha

Compilação e análise de imagens das Campanhas Portuguesas (e não só). Cartazes, folhetos e materiais digitais (e outros). O melhor e o pior. Os verdadeiros e não só.

e em 2009 foi assim


Envio de contributos

imagensdecampanha@sapo.pt






Pesquisar

Pesquisar no Blog  


Visitas