Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Coligação PSD-CDS :: Vizela

análise de Virginia Coutinho, em 19.07.13

O PS está à frente da Câmara Municipal de Vizela há 15 anos, ou seja, desde a criação do concelho, em 1998. Este ano volta a concorrer pelo partido Dinis Costa, actual presidente.

Para muitos dos vizelenses, que ambicionam renovação e “sangue novo”, Miguel Lopes, candidato da coligação PSD-CDS, é a melhor opção. Este é candidato consecutivo (segunda vez).

 

Nos inquéritos de rua realizados, Miguel Lopes tem tido clara vantagem perante o seu principal rival, mas o futuro deste concelho ainda está por ser escrito. (ver aqui e aqui)

Esta análise irá começar precisamente por esse candidato e, na próxima segunda-feira, será partilhada a análise do candidato do PS.

 

Análise de Miguel Lopes, candidato PSD-CDS:


Miguel Lopes
  • O slogan “Vizela é para todos” está longe de ser diferenciador perante o que se tem verificado pelo país. No entanto, a mensagem é clara: está na altura do PS sair da liderança da câmara municipal e de dar lugar a outros partidos. Este foi também o slogan usado na campanha de 2009.
  • A fotografia está colocada no lado esquerdo, o candidato sorri, a escolha da roupa também é adequada. Pontos fracos: o candidato não estar a olhar em frente,  o que dá a sensação de pouca transparência, já que "não olha nos olhos". As sombras acentuadas no lado esquerdo do rosto são outro ponto fraco.
  • O outdoor tem o laranja e o azul, as cores dos dois partidos da coligação. Os tons claros das cores conferem-lhe alguma leveza e jovialidade. A mancha azul poderia facilmente ser um skyline da cidade ou de algum monumento. Se o é, não é perceptível.
  • A colocação dos elementos gráficos centrais (logótipos, nome, menção da página de Facebook) não estão alinhados, encontrando-se espalhados pelo cartaz. Isso causa confusão na leitura (normalmente de cima para baixo, da esquerda para a direita, e “em Z)”. Eu colocaria os elementos, principalmente os partidos, na parte inferior dos cartazes, no lado direito, onde termina a leitura do cartaz.
  • No outdoor está ainda mencionado o Facebook  “Vizela é para todos”. As letras são muito pequenas e de difícil leitura, mesmo em impressão em grande formato. Para além disso espera-se que o endereço seja facebook.com/vizelaeparatodos, o que não acontece. Por pesquisa é difícil encontrarmos a página, quando poderiam facilmente ter definido o nome de utilizador da página.

 

Outros materiais:

Facebook: coerência visual. O Facebook foi criado em finais de maio e está muito pouco dinamizado.

O blog da campanha de 2009 continuou activo até finais de outubro de 2012 mas neste momento não está actualizado.

 

Créditos: Imagem de Planoclaro.com


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:35


já andam a falar aqui

De Nuno Vieira a 19.07.2013 às 15:26

Olá Virgínia,

Sinceramente, parece-me que está a ser muito optimista a olhar para o cartaz, que pouco tem que se aproveite.

A foto é péssima, não é só o facto do candidato não estar a olhar para o público, é o facto de parecer não estar a olhar para lado nenhum, criando um sensação enorme de distanciamento.

Pior ainda é a colocação praticamente aleatória dos logótipos dos parceiros de coligação e o facto de aparecerem mais pequenos que o banal "like" do facebook. Se ainda por cima, como indica no texto, o endereço não é o que se espera e o facebook não está dinamizado é ainda mais difícil de compreender as opções tomadas. Talvez o candidato goste mais da rede social do que dos partidos que o apoiam.

Para finalizar, o nome do candidato aparece num tamanho muito reduzido e num azul mais claro que a frase principal, mais uma vez colocado no cartaz de forma aparentemente aleatória.

Em resumo, um cartaz que me parece muito fraco...

Cumprimentos,
Nuno Vieira

De Virginia Coutinho a 20.07.2013 às 15:04

Olá Nuno,

Antes de mais, obrigada pelo seu comentário!
Concordo com as suas observações! O olhar "de lado" pode ser visto como um grande erro, no entanto as interpretações podem ser várias (como poderemos ver no comentário acima).
O pormenor da pouca visibilidade do nome (pelo tamanho e cor) é também extremamente importante.Obrigada por ter referido! Sem dúvida que este outdoor poderia ser muito melhorado!...

Muito obrigado pelo seu comentário construtivo!:)
Virgínia

De Anónimo a 20.07.2013 às 12:57

O olhar pode ter múltiplas interpretações: neste caso parece-me uma opcao feliz visto que o candidato olha para o futuro e nao apenas para o presente, como um olhar de frente demonstraria.

De Virginia Coutinho a 20.07.2013 às 15:10

Não discordo que as interpretações possam ser várias e muito diferentes da minha...no entanto, sou adepta de ter os candidatos a olharem de frente! Demonstra mais frontalidade e transparência.
Também acredito que a intenção de quem produziu tenha sido outra! ;)

Obrigado pelo seu comentário!

Comentar post



Imagens de campanha

Compilação e análise de imagens das Campanhas Portuguesas (e não só). Cartazes, folhetos e materiais digitais (e outros). O melhor e o pior. Os verdadeiros e não só.

e em 2009 foi assim


Envio de contributos

imagensdecampanha@sapo.pt






Pesquisar

Pesquisar no Blog  


Visitas