Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Póvoa de Varzim :: PS

análise de Carlos Furtado, em 15.05.13

Como o prometido é devido, assim canta Rui Veloso, aqui segue a minha primeira análise a um cartaz autárquico. O objecto de análise é o cartaz do PS na Póvoa de Varzim.

 

O concelho da Póvoa de Varzim foi durante muitos anos presidido pelo CDS, nos tempos da sua grande implementação autárquica, mas nos últimos 16 anos tem sido o PSD a gerir os seus destinos. No entanto desde 2001 que o PSD tem vindo a perder votos e o PS a subir. Este ano o PSD vê-se forçado a apresentar um novo candidato e certamente que os socialistas acreditam que é possível vencer as eleições apresentando Elvira Ferreira, anteriormente cabeça de lista dos socialistas à Assembleia Municipal mas como independente.

Este introito serve para enquadramento e para se perceber a dimensão da aposta de cada partido, o que dará noção de meios envolvidos e como tal ograu de responsabilidade.

 

 

 

 

 

Mas indo então para o cartaz, percebe-se o “cuidado” em fazer passar despercebido o símbolo do PS. (independentes a quanto obrigam). O uso da cor vermelha, muito usada em alguns cartazes socialistas, dá-lhe uma força e é inegável que chamará a atenção. Mas isso não basta. Interessante o uso como fundo do cartaz dos nomes das freguesias, numa procura de envolvimento de todos. Bem como igualmente interessante o apontamento do barco de pescadores como logo da campanha, assim o entendo, imagem muito marcante da história poveira. Considero o slogan fraco, pois “compromisso de mudança” é curto enquanto “mensagem percebível” do que pretende a candidata. Calculamos que queira mudar do PSD para o PS. De homem para mulher. Mudar por mudar? Mas que mais? Também podemos estar na primeira vaga de cartazes, e como tal é uma primeira afirmação. Um marcar de terreno que necessitará de mais afirmação. Aguardemos pois e mais tarde voltaremos a falar.

 

Em termos da imagem da candidata propriamente dita, houve um abuso do tamanho da foto o que origina uma sensação de “invasão” do nosso espaço. Torna-a muito pesada, muito vigilante. Não transmite empatia apesar da tentativa do sorriso. Os óculos acabam por ter um peso excessivo no impacto visual. O punho fechado remete-nos para a saudação socialista, mas acaba por ser o sinal mais leve do cartaz. E repare-se que a imagem sai para lá da zona vermelha, o que reforça a sua “gigante” dimensão. Claramente o lado mais fraco na construção deste cartaz.

 

Se desse uma nota, de 0 a 20, passaria mas ficaria por uns parcos 11 valores.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:13


Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Imagens de campanha

Compilação e análise de imagens das Campanhas Portuguesas (e não só). Cartazes, folhetos e materiais digitais (e outros). O melhor e o pior. Os verdadeiros e não só.

e em 2009 foi assim


Envio de contributos

imagensdecampanha@sapo.pt






Pesquisar

Pesquisar no Blog  


Visitas


subscrever feeds